Category Archives: Pessoa

Homem-máquina em três variações (III)

Para terminar a série, um poeta, Fernando Pessoa, apanhado a escrever por antecipação sobre a vida de muitos TU’s – as pessoas do ano 2006.

“Eu próprio não sei se este eu, que vos exponho, por estas coleantes páginas fora, realmente existe ou é apenas um conceito estético e falso que fiz de mim próprio. Sim, é assim. Vivo-me esteticamente em outro. Esculpi a minha vida como a uma estátua de matéria alheia a meu ser. (…) Quem sou por detrás desta irrealidade?(…)”
Fernando Pessoa, O Livro do Desassossego

Anúncios

A fotografia mais importante da Humanidade

A apoteose do absurdo, concentrada na história de uma fotografia. História longa e longínqua sobre um tamanho imenso, narrada em 6’38”. Quem a compreende, muda para sempre. Porque,  como escreveu o poeta, somos do tamanho do que vemos, e não do tamanho da nossa altura.

ACT: Link para uma versão do filme com legendas em português do Brasil

Abertura

Saudação de abertura a quem por aqui passar, com o mesmo génio e a mesma obra que perfilho no pregão de entrada, Fernando Pessoa:

“Poder saber pensar! Poder saber sentir!”
O Livro do Desassossego, Bernardo Soares