O que eu quero ver no meu jornal online amanhã de manhã (ou a qualquer hora)

A premissa do título é uma invenção. O meu jornal online é um prejuízo, logo, o meu jornal é uma ficção. Logo para começar, teria uma redacção galáctica. Só para pagar àquela gente não chegariam as receitas actuais do Correio da Manhã e do JN, mais os prejuízos do DN e do Público e ainda a lábia do director do Sol, fora as prebendas do Expresso. Quantidade e qualidade em partes iguais para alimentar a fé de que estamos a dar aos leitores o melhor acesso à informação mais importante e às ideias que circulam, com a responsabilidade de liberdade que uma ética do jornalismo (ainda) exige. Reparem: melhor, importante, livre – luxos para a imprensa moderna. Luxos caros.

Se um Murdoch qualquer me perguntasse, eu responderia: 

  • Quero ter um site para ser visto de fio a pavio. Sempre com o melhor conteúdo e o mais adequado à natureza do meio, do medium.  O jornal que eu queria ler ajuda-me a reconhecer rapidamente o conteúdo. Foi pensado para os leitores mas também para quem navega pela net.
  • Quero ler diariamente uma entrevista que tenha sido conduzida online pelos leitores.
  • Quero ter breaking news, as notícias de última hora, a fina selecção da espuma dos dias, para nos dar conta dos factos, acontecimentos e protagonistas, das ideias, das histórias das palavras mais relevantes para o espaço público.
  • Quero que me falem do último disco da banda X. Mas quero sobretudo algo diferente do que me estão a dar em muitos jornais online.
  • Quero que me contem tudo que seja relevante e que me dêem a possibilidade de ajudar a contar a outros.
  • Quero ver o acontecimento fotografado por profissionais, ao lado de uma galeria das melhores fotos de leitores.
  • Quero ter uma secção onde possa colocar a minha notícia, o meu vídeo, a minha foto no jornal.
  • Quero encontrar um espírito de comunidadeo jornal conta (mostra), nós (leitores) participamos.

O desafio de quem concebe jornais online é escolher o que é mais apropriado de entre o que a tecnologia permite e o que é a missão do jornalismo e o que permite a ética.

(Nota: Todos as palavras em negrito davam para umas dezenas de posts de doutoramento. Ou para fazer um bom jornal online)

3 responses to “O que eu quero ver no meu jornal online amanhã de manhã (ou a qualquer hora)

  1. dsfsfdggsshgbshndusbdnsjhh
    shgshshgjsjsjsbjsisuwjyhgjie9e
    iuu

  2. quero ver uma reportagem

  3. Graciane crisotomo

    Eu preciso de um convite para posar nua…
    Sou linda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s