Verbaliza a sua insatisfação/satisfação através de críticas destrutivas potenciadoras de instabilidade no seio dos seus pares?

Faz hoje um mês que regressei ao país vindo de Madrid. Na altura, abandonei uma Espanha em pré-campanha eleitoral, ainda longe de imaginar que tudo acabaria em sangue. A ETA, ou quem em nome dela agiu na matança de mais um político (desta vez do PSOE), expressou o seu voto – balas, na verdade. Saibam os espanhóis responder nas urnas.

Mas falava do meu regresso. De volta a casa, retomei a colaboração com o PÚBLICO a partir de Guimarães, agora com a companhia do Samuel Silva, um velho compagnon de route (apesar de 12 anos mais novo que eu), que continuará a dar provas do seu talento jornalístico. Em suma, tem sido um fartote (e isto não é uma queixa). Mas a juntar a outros afazeres, e partilhando sentimentos de outros, fiz do PROMETEU a primeira vítima. Faltou actualização em dias que foram agitados, mas não deixei de andar por aí, como diz o outro. Aliás, entro agora na área de trabalho do blogue e constato que tenho onze posts na caixa de rascunhos. Porreiro, pá… em rigor, continuei a escrever (mesmo que menos). Deixei foi de publicar, por razões que não vêm agora ao caso, mas não se admirem se alguns dos textos ainda vierem aqui parar, mesmo que atrasados. Há quem tente compreender a blogosfera. Não vale a pena. Seria preciso entender primeiro o género humano.

A segunda vítima foi (e aqui as coisas já se complicam) a dissertação final do 2.º ciclo (há quem lhe chame tese de mestrado, mas eu prefiro a versão do Samuel: é uma tesinha). Cumprir esta etapa vai ser uma cena à Fantasporto, uma corrida fantástica do terror científico (género como-escrever-uma-tese-de-50-páginas-em-menos-de-três-meses-sem-perder-a-dignidade), planeada ao jeito de Bolonha. Prazos impraticáveis, a preços elevadíssimos. Mas aguentem-se aí, porque a coisa já rola e o projecto será entregue a tempo.

One response to “Verbaliza a sua insatisfação/satisfação através de críticas destrutivas potenciadoras de instabilidade no seio dos seus pares?

  1. Sentimos a tua falta….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s