Uma perda enorme

É uma pena que as crónicas de Joaquim Fidalgo se despeçam hoje das páginas do Público. É a pior solução possível para o meu dilema predilecto das quartas-feiras (quem ler primeiro, o Fidalgo no Público ou o Manuel António Pina no JN?).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s