Quem tem medo da língua do vizinho?

 tabaco1.png

ga-lego1.pngNunca é demais lembrar os vizinhos. A história deles confunde-se com a nossa. Qualquer sociólogo justificará – todo o homem nasceu para ser vizinho. E a religião, pelas últimas notícias que tenho tido, não pregará coisas diferentes. 
Por agora, dou atenção a La Fuga/Saga de J.B., de Torrente Ballester. Autor galego (e espanhol também, por supuesto) que tento pela primeira vez. E numa edição em castelhano, que mãos amigas me enviaram desde Santiago de Compostela (obrigado Zé e Monica!). E um abraço a este menino, que anda pelas mesmas terras. 

(Imagens via Aduaneiros sem Fronteiras)

Anúncios

3 responses to “Quem tem medo da língua do vizinho?

  1. “O isolacionismo produz impotência”

    Descoberta a razão por que (re)activei o blogue 😉

  2. Torrente Ballester – um dos meus escritores favoritos!

  3. Muito obrigado pela referência e pelo abraço meu amigo! Um abraço aqui de terras galegas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s